Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2005

Esculturas de Dalí roubadas

Três esculturas do artista espanhol Salvador Dalí que estavam expostas numa galeria de arte de Antuérpia, norte da Bélgica, foram roubadas sábado por desconhecidos, informou hoje a agência de notícias Belga, citada pelo diário brasileiro, Folha de S.Paulo.

De acordo com declarações do dono da galeria os ladrões teriam forçado as portas e depois fugido com três esculturas de bronze. Consta ainda que roubaram as esculturas mais caras que estavam na exposição, estimadas no valor de 90 mil dólares.

A justiça de Antuérpia abriu uma investigação, segundo a agência citada por Folha.

Homenagem a Manuel Lopes

O escritor Manuel Lopes, falecido a 26 de Janeiro, vai receber a sua primeira homenagem póstuma. O anúncio veio da parte do poeta e Presidente da Associação dos Escritores Cabo-verdianos (AEC), Corsino Fortes, no informativo “Semana ao Domingo” da TCV.
A homenagem que inaugura a rede de reconhecimentos à figura de Manuel Lopes vai acontecer no próximo dia 26 de Fevereiro no Liceu da Assomada. Essa escolha deve-se essencialmente ao elevado número de alunos que alberga esse estabelecimento de ensino, do interior da Ilha de Santiago, e justifica a preocupação pedagógica que deve ter um acto desse tipo. A iniciativa será, no dizer de Corsino Fortes, uma das muitas actividades programadas no âmbito da descentralização dos trabalhos da Instituição. A Associação dos Escritores Cabo-verdianos foi uma das últimas instituições nacionais a homenagear Manuel Lopes em vida, a quando do seu nonagésimo aniversário.

Conhecer a História Local

É na ilha de Santiago que nasce a história de Cabo Verde. É da antiga Ribeira Grande, hoje Cidade Velha que saíram as sementes que hoje enformam a sociedade cabo-verdiana. Tendo em conta esta premissa, o Instituto do Arquivo Histórico Nacional vai organizar em Maio deste ano, no âmbito da comemoração do trigésimo aniversário da Independência Nacional, o 1º encontro sobre História Local.
“Praia Capital: Ontem e Hoje – Um olhar histórico” é o tema que vai dar o ponta pé de saída a uma série de encontros deste tipo que a Instituição pretende organizar. O objectivo é sensibilizar para “a importância do estudo da historia local e contribuir para o conhecimento mais profundo da história do país”.

"Banderona" na Ilha do Fogo

Este ano o dia da “Banderona” é celebrado a 7 de Fevereiro (dia de racodjê rênadu). É porque o ano é curto, dizem. Mas há 20 dias que Campanhas Baixo, norte da Ilha do Fogo, está em festa com o tradicional “midju na pilon” e “matança de animais”. O sinal de arranque é tradicionalmente dado por Francisco Fontes – conhecido popularmente por Nho Mulato - o responsável pela festa há quase 80 anos, já que desde os 11 anos de idade responde por essa manifestação religiosa e profana.
Banderona surgiu, há mais de dois séculos, de acordo com o Antropólogo visual Gueny Pires "numa Ribeira”. Conta Pires que “naquele tempo as pessoas ouviram o assobiar do vento, sons comparados com o toque de tambor e cantigas no ar, ao longo de 10 dias. Seguiram-se relâmpagos, trovões, tendo um raio caído numa Ribeira onde brincavam algumas crianças. A partir daí, a festa começou com as crianças que tocavam em latas. Depois então com o passar dos anos a Festa foi ganhando novas dimensões e hoje é uma das ma…

Humberto e Mayra em concerto

Jorge Humberto e Mayra Andrade apresentam amanhã no L´Hay-les-Roses em França “Músicas de Cabo Verde” num show promovido pela Morabeza Records. Produtora fundada por Djunga D´Biluca, na Holanda.

Na oportunidade Humberto vai dar a conhecer algumas músicas do seu novo álbum “Identidade” a ser lançado a 31 de Janeiro próximo. Um disco de mornas e coladeiras que marca o regresso do artista às lides musicais depois de largos anos sem gravar.

A jovem artista Mayra, residente em França, tem actuado regularmente em vários palcos de Paris e do mundo, ao mesmo tempo que prepara o seu primeiro disco. (agenda da artista)

Com cvmusicworld.com

O Brasil em nós...

Estamos sempre a falar de Gilberto Gil neste blog. Umas vezes como Ministro da Cultura do Brasil, outras vezes como artista. Mas é que Gil é notícia, sempre. Os assessores do Ministro/Músico, que vieram a Cabo Verde – Nazaré Pedrosa e Zulu – para negociar com os colaboradores do Ministro da Cultura, Manuel Veiga, já puseram o pé na estrada rumo ao Brasil, depois de terem estado nas Ilhas de Santiago e de S.Vicente.
As possibilidades de cooperação cultural entre os dois governos vão girar à volta de pequenas formações ou mestrado em áreas como museologia, biblioteconomia, preservação do património, de um modo geral, e industria musical. A cultura como um meio gerador de renda é possivelmente outra via dessa cooperação. O Carnaval de Olinda, Recife, pode ser um modelo para nós. Ficou assente que produtores culturais e decisores vão se deslocar ao Brasil, com o objectivo de vivenciar no terreno essa experiência.
Ninguém falou na audiovisual. Pode ser que tenham pensado nisso, ou se refer…

Blog e a liberdade de expressão

O observatório da Imprensa brasileiro dá conta na sua última actualização que “a organização Repórteres Sem Fronteiras organiza uma votação on-line para definir o melhor weblog em defesa da liberdade de expressão”.
A intenção da organização é chamar atenção para o papel que desempenham os blogs em sociedades, cujos meios de comunicação são controlados pelo governo. De frisar que os blog´s posicionam-se, em larga escala, como um meio alternativo de expressão, e são usados principalmente por jornalistas e escritores. As candidaturas podem ser feitas para o endereço internet@rsf.org e devem incluir o endereço do blog, o nome e a descrição de sua actividade.
O blog deve ser actualizado regularmente por uma pessoa ou um grupo de pessoas, ser criado há mais de seis meses, e não pode estar ligado a alguma organização governamental ou não governamental.
Serão aceites blogs de jornalistas profissionais em todas as línguas.

Homenagem a José Martí

Por ocasião do 152 aniversário natalício do mártir da independência de Cuba, José Martí, a embaixada de Cuba em Cabo Verde, em parceria com o Instituto Superior de Educação, vai promover uma sessão em sua homenagem, no próximo dia 28, às 18 horas, no anfiteatro do ISE.
A actividade comporta palestras sobre a vida e a obra do mártir ministradas por professores do ISE e a exibição de um documentário sobre as vertentes filosóficas e políticas do homenageado. O Embaixador Cubano, Raúl Rodriguez, vai também endereçar algumas palavras sobre a figura de José Martí.
Além de poeta e pensador, José Martí desde muito novo demonstrou sua inquietude cívica e sua simpatia pelas ideias revolucionárias que nasciam entre os cubanos.
Foi um pensador influenciado pelas ideias independentistas que muito cedo dá os primeiros passos na política escrevendo e distribuindo jornais de conteúdo separatista.
Faleceu em confronto com tropas espanholas a 19 de Maio de 1895.

Morreu Manuel Lopes

Faleceu, hoje, em Lisboa, onde residia desde 1959, o escritor cabo-verdiano, Manuel Lopes. Um dos fundadores da revista literária Claridade e autor de várias obras, com destaque para “Chuva Braba”, “Flagelados do Vento Leste” e o “Galo cantou na Baía”.
Manuel Lopes, um dos percursores da Moderna Literatura Cabo-verdiana, é um dos escritores que marca o imaginário cabo-verdiano porquanto produziu obras que souberam traduzir a realidade das ilhas. Particularidade que o aproximou (assim como a sua geração) a alguns escritores do nordeste brasileiro, como Graciliano Ramos, que tão bem souberem interpretar as secas e as estiagens que assolavam as suas gentes. Em 1997 publicou a sua ultima obra – colectânea de poesias – intitulada “Falucho ancorado”. Manuel Lopes nasceu em S.Vicente em 1907.
Em nota de homenagem o Chefe de Estado cabo-verdiano reconhece o malogrado como “um dos que melhor souberam traduzir todo o drama de um povo em luta titânica permanente contra as lestadas, a escassez de…

Conhecimento num click

O site da Comissão Nacional para a Instalação da Universidade de Cabo Verde já está acessível. A inauguração vai ser na próxima Quinta-feira, 27 deste mês, na Biblioteca Nacional. No site vai estar disponível, igualmente a Revista de estudos cabo-verdianos da instituição que terá a missão, segundo a chamada da publicação, de promover a investigação em Cabo Verde. De acordo com a nota de apresentação do site, a ideia é socializar com o público interessado o historial e os trabalhos da Comissão, criar um espaço de debate sobre "Que Universidade para Cabo Verde?", e disponibilizar banco de dados de interesse para a investigação. Igualmente está disponibilizada, na página, toda a informação sobre o funcionamento dos cinco Institutos de ensino do país que poderão vir a integrar a futura Universidade. Confira!

A nossa Velha Cidade

Se visitar Cidade Velha por esses dias, vai descobrir novidades interessantes. A artista plástica, Mizá, mudou-se para a antiga Ribeira Grande e abriu, nada mais nada menos, do que a primeira Galeria de arte do espaço. É um lugar acolhedor, que convida a uma visita, pelas gravuras da artista espalhadas pela fachada da casa. Fica na rua da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Por dentro tudo é arte. Pequenos “souvenirs”, das ilhas e do continente, pinturas por todo o lado, enfim! No mesmo espaço a Mizá não dispensa as massagens que só ela sabe fazer.
No largo do Pelourinho duas moradoras locais abriram um restaurante rústico, com um quintal amplo. Um pequeno canto que respeita a harmonia espacial que se quer para a Cidade Velha. O espaço é novo e ainda não tem nome, mas é interessante.
Outra novidade foi há dias avançada pelo Lantuna. Uma pousada típica construída no âmbito do projecto de recuperação dos monumentos da Cidade Velha financiado pela Cooperação Espanhola. Uma tranqu…

Brasil e Cabo Verde

Um olhar...

O Ministro da Cultura do Brasil prometeu e cumpriu. Já chegaram a Cabo Verde os técnicos que Gilberto Gil prometeu enviar ao nosso país, a fim de discutir com os colaboradores do Ministério da Cultura, as possibilidades de cooperação cultural entre Cabo Verde e Brasil.
Há tanta coisa pessoal….nenhum outro país poderá nos ajudar, tanto quanto o Brasil, no domínio da cultura. A visita de Gil a Cabo Verde foi uma porta que se abriu, e as autoridades de cultura deste país não podem desperdiçar esta oportunidade. O Ministro do Brasil é uma personalidade comprometida com as causas africanas, movimenta-se, pessoalmente, para promover, em pleno século XXI, a Rota dos Escravos. O nosso país parece não ter interesse por essa tão importante agenda…uma forma de exorcizar o passado, dizem uns. Mas há outras agendas! O audiovisual, por exemplo…a música. Nós ainda não conseguimos tirar proveito da nossa riqueza musical, disse numa entrevista, o dramaturgo, Francisco Fragoso. Precisamos d…

Feliz Aniversário

Adoro o belo
O Mor do frio de Boston
A Musa do calor de Salvador
Os aeroportos com histórias para contar
Muitas delas com final feliz
Parabéns pelo teu aniversário
De todo o meu eu junto

Publicação especializada na net

A Comissão Instaladora da Universidade Pública de Cabo Verde vai inaugurar na próxima semana a sua revista electrónica. Com periodicidade trimestral, a revista que num segundo momento terá versão imprensa, vai ser uma publicação especializada em ensino aplicado. O que quer dizer que os artigos serão científicos, sim, mas com um forte cunho prático; o que se pretende é mudar a vida das pessoas com o conhecimento, referencia o Presidente da Comissão Instaladora da Universidade.
De referir que a componente pesquisa deve ser desde logo encorajada, porque, como todos sabemos, em Cabo Verde, nem os institutos nacionais de ensino, nem a própria Universidade Jean Piaget, dispõem de um centro de pesquisa, indispensável para qualquer formação académica. A ideia da criação dessa Revista vai ao encontro, portanto, da proposta de inventar uma cultura de pesquisa em simultâneo ao funcionamento da Instituição em apreço.

Bem haja!

Homenagem a uma pedra viva do teatro cabo-verdiano

Homenagear as grandes pedras vivas da cultura e da arte cabo-verdiana é o dever do país que se preza, sobretudo em relação ao teatro. Dizia o grande Lorca que o teatro é um índice de civilização. Quanto parti para fazer um teatro genuinamente cabo-verdiano foi, tendo em conta esse célebre pressuposto.
Francisco Fragoso

A edilidade praiense decidiu atribuir o nome de kwame Kondé a uma rua da Achada Santo António em homenagem ao poeta ensaísta e dramaturgo Francisco Fragoso pelo contributo cultural que o homenageado legou à capital.
Fundador do grupo teatral Korda Kauberdi, Francisco Fragoso será também homenageado pelo Ministro da Cultura, Manuel Veiga, fazendo jus à transcendência do seu activismo cultural que o tornam reconhecido como o pai do teatro moderno cabo-verdiano. A cerimónia em tributo a Fragoso, a ter lugar no próximo dia 25, na Biblioteca Nacional, será encaminhado por Anastácio Filinto Correia e Silva e por João Branco, este último presidente da associação teatral Mindel…

Direitos do autor na era digital

Para algumas pessoas, o futuro da lei dos direitos do autor é agora, e se parece muito com Gilberto Gil.
O Cantor Brasileiro está a preparar um Single com três dos seus maiores sucessos dos anos 70. A novidade não está no conteúdo do disco, mas sim na nota que traz sobre os direitos do autor.
Em vez do habitual "Todos os direitos reservados," a nota permite aos usuários do CD trabalhar livremente as músicas com material próprio.
Assim começa a entrevista que o cantor concedeu ao repórter do Jornal "Wall Street", Ethan Smith. A matéria foi publicada no "Creative Commons". Confira!

Duas vozes num selo

Beto Dias e Norberto Tavares estão a trabalhar em conjunto num projecto musical que dará corpo nos próximos tempos. Os primeiros passos nesse sentido foram dados numa actuação conjunta na Holanda, no fim do ano passado. Para Dias, trabalhar com Norberto Tavares “é um sonho” porquanto este foi o seu inspirador de sempre. Em cabo verde, quando improvisava uma banda com os meninos da minha ribeira, eu era sempre o Norberto Tavares, conta Dias.
Esperemos, pois, porque só pode ser coisa boa.

Direitos do autor

No próximo dia 29 deste mês vai ser criada em cabo verde a "Sociedade de direitos do autor" com o objectivo de abraçar de vez esta questão que nunca teve eco entre os produtores culturais nacionais. A iniciativa é do advogado David Hopffer Almada, e de um grupo de artistas, entre os quais o músico e compositor Daniel Spencer.
A Lei que protege os direitos do autor é de 1990, mas nunca teve utilidade prática no país, apesar dos vários problemas a esse nível enfrentados pelos artistas.
No encontro ocorrido entre o Ministro da Cultura, artistas, e produtores culturais, ontem, na Biblioteca Nacional, esta questão foi largamente debatida, já que os produtores nacionais estão impotentes perante os actos de pirataria.

Novo filme de Claire Andrade

A realizadora americana filha de cabo-verdianos, Claire Andrade, vai finalmente estrear o seu novo filme, SOME KIND OF FUNNY "PORTO RICAN" em Abril deste ano.
O título surgiu da forma anedótica como os americanos se referiam aos cabo-verdianos residentes nos Estados Unidos. Cabo-verdianos? Oh, por aí há muitos deles, são um tipo engraçado de Porto riquenhos.
O filme é uma viagem aos anos 50, 60 e 70, e combina memórias, documentos, depoimentos e fotografias das gerações de cabo-verdianos americanos que viveram em Fox Point, RI.
Um trabalho de recolha que já dura há 20 anos, sendo assim “a obra da sua vida”, como referenciou a cineasta.
Além das diversas fontes materiais e orais a que teve acesso durante esse período, o filme é também fruto da consistente experiência de vida da cineasta na sua comunidade.
Claire Andrade – Watkins é formada em história e cinema e tem trabalhado, ao longo da sua carreira, em produções de documentários e pesquisas sobre a problemática da coloniz…

Santo Amaro Abade

A Festa de Santo Amaro na Vila do Mangui, Tarrafal, arrancou ontem com uma homenagem ao artista Mário Lúcio. Um acto carregado de simbolismo já que é a primeira vez que o artista apresenta as suas obras na vila que o viu nascer. A apresentação dos seus seis livros esteve a cargo de Filinto Elísio. Ao acto seguiu-se uma bonita sessão musical animada por grupos locais.
Ainda dentro das festividades de Santo Amaro, começa amanhã o já tradicional festival de música que vai levar ao palco de Mangui os tarrafalenses Chando Graciosa, Beto Dias, o próprio Mário Lúcio, e muitos outros.

2004 foi fatal para os jornalistas

Cerca de 53 jornalistas foram assassinados no ano passado, enquanto faziam o seu trabalho ou expremiam suas opiniões – um dado que faz de 2004 o ano mais cinzento para a mídia na última década.
Pelo segundo ano consecutivo, Iraque foi o lugar mais perigoso para a imprensa internacional, com 19 repórteres e 15 assistentes executados.
Ainda, segundo dados do grupo pela Liberdade de imprensa, Repórteres Sem fronteira, 907 jornalistas foram raptados este ano e cerca de 1200 atacados. Acções de terroristas e guerrilheiros iraquianos foram as causas maiores destes incidentes, mas soldados americanos foram também responsáveis pela morte de 4 das vítimas, referenciou o núcleo da organização em Paris.
Filipinas e Bangladesh foram, depois do Iraque, os países mais perigosos para o exercício do jornalismo com seis jornalistas e quarto repórteres assassinados, enquanto investigavam casos de corrupção e tráfico de drogas.
Em África a situação não foi animadora. Na Eritrea e na Zimbabwe corresponde…

Filmes Cubanos em cena

Fernando Pérez

A 3ª Mostra de Cinema Cubano traz ao Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Praia, o filme "Hello, Hemingway", de Fernando Pérez. Uma produção que conta a história de sonhos e idealismos de uma jovem que quer entrar para a universidade e encontra um dia uma cópia de "O Velho e o Mar", novela do escritor Ernest Hemingway, que viveu em Cuba. O livro lhe mostra que os sonhos podem ser adiados, mas não destruídos.

Outra nota dessa Mostra vai para a exibição de desenhos animados. “Las aventuras de Elidio Valdez” e “Vampiros en la Havana” são as duas produções direccionadas para essa faixa etária um pouco esquecida entre nós no que concerne a projecções e outras animações.

A Mostra decorre de 14 a 21 deste mês e traz para o delírio dos cinéfilos “Cuba” de Pedro Carvajal e “Las Noches de Constantinopla” de Orlando Rojas.

Grande “Prémio Cidade Velha”

Foi com particular satisfação que fiquei a saber, pela Televisão Nacional, que o Ministério da Cultura acaba de instituir o grande “Prémio Cidade Velha”. Criado em 2003 temía o seu eterno descanso nas gavetas ministeriais, mas felizmente o grande Prémio Cidade Velha acabou por ter a sorte que muitos projectos de lei não tiveram.
Podem concorrer ao prémio no valor de setecentos contos, cidadãos nacionais e estrangeiros com trabalhos sobre a História e a Cultura cabo-verdianas.
Para concorrer ao prémio deste ano os trabalhos devem dar entrada no Ministério da Cultura até o mês de Abril.
De frisar que “Cidade Velha”, pelo seu papel geo-estratégico de outrora, é o património histórico mais emblemático de Cabo Verde. Foi também a primeira cidade portuguesa em África.

Muita letra

Em busca de novas propostas de lançamento neste ano acabado de nascer, ficamos a saber, na última edição do Artiletra, que a Editora Universal Frontier vai lançar dentro em breve "Sistema Prisional - A execução das sanções prisionais - uma perspectiva renovada", do Jurista Jorge Carlos Fonseca. No final deste mês, Onésimo Silveira lança na Cidade da Praia a sua tese de doutoramento, defendida em 1976 - África ao sul do Sahara - Sistemas de partidos e ideologias do socialismo. Nessa obra Silveira analisa o conceito do poder de muitos líderes africanos no contexto das realidades e regimes de partidos únicos no período pós colonial. É uma edição da Associação Académica Africa Debate.

David Hopffer Almada lança Vivências

David Hopffer Almada

Atravessado por considerações amorosas ora explícitas, ora insinuadas “Vivências”, a fazer jus à escrita do prefaciador da obra, Manuel Veiga, é um desnudar do “desassossego do poeta”.
Diferente do “Canto a cabo verde”, o primeiro livro poético do autor, “Vivências” canta momentos, lugares e personagens que cruzaram com o autor na estrada da vida.
É nessa perspectiva que homenageia, por exemplo, a memória do músico Katchás com um emblemático poema. Uma forma, “das pessoas conhecerem o papel que esse artista desempenhou na valorização e divulgação do funaná”, hoje um dos selos culturais das ilhas.
De uma certa perspectiva, o livro é também autobiográfico, porque narra algumas realidades vivenciadas por David Hopffer Almada.
Parte da intelectualidade revelada após a independência nacional, David Hopffer Almada deixa perceber na sua escrita a preocupação nacionalista, a afirmação identitária e os desafios de uma sociedade em mutação.
Já foi Ministro da Cultura e Presi…

Ao meu Pablo

Pablo Neruda

“ Amor, quantos caminhos até chegar a um beijo,
que solidão errante até tua companhia!
Seguem os trens sozinhos rodando com a chuva.
Em taltal não amanhece ainda a primavera.
Mas tu e eu, amor meu, estamos juntos,
juntos desde a roupa às raízes,
juntos de outono, de água, de quadris,
até ser só tu, só eu juntos.
Pensar que custou tantas pedras que leva o rio,
a desembocadura da água de Boroa,
pensar que separados por trens e nações
tu e eu tínhamos que simplesmente amar-nos
com todos confundidos, com homens e mulheres,
com a terra que implanta e educa cravos.”

Momentos...

Apeteceu-me hoje escrever sobre Pablo, não o Neruda, mas o meu. Aquele que na poética da vida se confunde com Neruda, porque foi deste que saiu o nome que carrega o meu filho. Na verdade tudo o pensei dizer está nesse poema, já que por uma sorte qualquer existem momentos que não são reais.

Variações de mais um dia que passará...

Lançamentos

O JARDIM DAS HESPÉRIDES
E. BURNE-JONES

Este ano parece prometer em termos de lançamentos literários… O primeiro lançamento que no dia 6 de Janeiro tomará corpo, será “Vivências” , obra poética de David Hopper Almada.
O outro encanto vai ser “Hesperitanas” com fotografias de Sergei e texto de Filinto Elísio. Um livro que faz uma viagem imagética e poética a todas as ilhas de Cabo Verde. Primeiramente, os autores pensaram notítulo “Das Hespérides” - Mito Grego segundo o qual havia um grande continente no Atlântico de nome Atlântida. O continente, onde as musas viviam num jardim das Hespérides, fora, segundo o Mito, submerso… seria a primeira vez que se falou em TSUNAME.
Esse Mito, no caso de Cabo Verde, foi, pela primeira vez, tratada pelo poeta José Lopes.
Tentei fazer um tributo a José Lopes e ao Mito grego da velha Atlântida, diz Filinto Elísio.
Para Serguei, natural da Rússia, esta obra simboliza os sete anos intensos que viveu nestas ilhas do atlântico. "Hesperitanas" é uma…

Jornalismo em cena

O próximo número do jornal Artiletra, a sair a qualquer dia desta semana ou da próxima – já que por alguma razão forte esse periódico não consegue ter uma periodicidade fixa – será um documento sobre o jornalismo moderno cabo-verdiano.
Além de uma grande entrevista com o decano da área, Manuel Delgado, a próxima edição do Artiletra trará outras informações e artigos que ilustram o percurso do jornalismo em Cabo Verde. Aliás, a própria entrevista que Manuel Delgado concedeu a Filinto Elísio é um verdadeiro relato das confluências políticas, sociais, culturais e outras, por que passou o jornalismo cabo-verdiano, no país e na diáspora. O recorte feito prioriza os períodos de luta de libertação, no seio dos estudantes em Coimbra, a ligação destes com os outros focos de luta, a saga de 25 de Abril, passada por Manuel Delgado na Prisão, e o período pós independência e suas implicações na vida do jornalismo em Cabo-Verde. Um olhar sobre o jornalismo actual não poderia ser de todo dispensado.…