Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2006

Sandjon na Brava

24 de Junho, Sábado, festa de S.João, Ilha Brava. É o dia mais importante para a Ilha das flores. Um dos poucos dias em que Cabo Verde lembra desse pedaço de arquipélago esquecido na bruma dos tempos. É o dia em que os filhos de nhô Tetei usam as suas melhores roupas, participam na passeata matinal com os presentes para o mastro, e celebram no meio a um colorido estonteante a missa dedicada a S.João Baptista, padroeiro da Ilha. É o dia de encontros entre os que ficaram e aqueles que partiram para sempre regressar.
É à volta dessa festa que a Câmara Municipal assinala o dia do município com actividades recreativas várias, inaugurações, e espectáculos musicais nos dias que antecedem o 24 de Junho.

A festa de Sandjon 2006, na Brava, reservou também espaços para homenagens: a título póstumo, o intelectual Luis Loff de Vasconcelos, pertencente à lista dos chamados protonacionalistas e contemporâneo de Eugénio Tavares, foi um dos contemplados. O seu bisneto Luís Vasconcelos viajou de S.Vicent…

Mayra

A cantora Mayra Andrade encontra-se em Cabo-Verde, vinda de Paris onde reside, e traz na bagagem uma grande novidade: o seu primeiro álbum “Navega”.

A cantora surpreende pela interpretação e pela composição, pois o álbum marca a estreia de uma compositora a se afirmar.

As doze faixas do álbum “Navega” denotam uma Mayra Andrade mais madura e mais dona de recursos do canto e da interpretação. Enraizada nos valores musicais de Cabo Verde, ela acrescenta à cabo-verdiana um toque sofisticado de quem também já se habitou em outras claves, harmonias e arranjos. Para lá de tanta graça e alguma originalidade, é a Mayra Andrade compositora que nos surpreende desta feita. Este disco marca, nas suas nuances intangíveis, uma cantora já saída da adolescência e inaugurando a idade adulta com elegância e sentido estético.

Ressalta-se também em “Navega”, o bom gosto do repertório. Tanto na selecção de compositores como Betú, Pantera e Kaká Barbosa, como na ousadia dos arranjos, ora com simplicidade acúst…

A Voz

Come in here
And have no fear
I´m gonna walk you
Through this gate of sound

So come in here
And see for yourself

Um convite de Andreas Vollenweider para ouvirmos Vox. Um disco que homenageia a voz. A arma humana de todos os combates, sejam eles raciais, sociais, e espirituais. A voz como um elemento que harmoniza, serena, brilha. A voz como possibilidade de vida. Nesse disco entende-se a voz, ainda, como presença, inclusão. É interessante sentir a harmonia sonora que pode produzir a mistura de um violino chinês, com um som africano e uma flauta indiana. Esse disco é todo ele irreverente. As vozes de 1 milhão de pessoas que participaram na marcha contra a guerra no Iraque, em 2003, em Londres, foram incluidas na música Wake Up and Dance. Podia falar infinidades deste álbum. Confira você mesmo aqui!

O criolo do Steadfast

A Organização do Tratado do Atlântico Norte – NATO, em sigla inglesa – é uma organização alargada e multinacional, não só porque a compõem muitos países da Europa e da América do Norte, mas também indivíduos das mais diversas origens.
Um dos insólitos, que não deixa de ser curioso e agradável, é a presença entre as suas fileiras de Romano Gomes dos Santos, um cabo-verdiano, de nacionalidade holandesa. O jovem militar de apenas 22 anos de idade, está eufórico e orgulho de fazer parte dos exercícios Steadfast Jaguar 06, que decorrem em Cabo Verde, destinados a testar a Força de Intervenção Rápida (NRF), comando recém criado pela NATO. E isso é visivel nas andanças que faz pela Cidade da Praia. Um misto de encontros, cumprimentos, olhares curiosos, enfim! A satisfação provocada pela presença de um caboverdiano numa missão de importância universal.
Nos exercícios Steadfast Jaguar 06, Romano não é um operacional, no sentido tradicional do termo, na medida em que a sua missão é administrativa…

A Canção em mim

I lose control when I'm close to you babe
I lose control don't look at me like this
There's something in your eyes, is this love at first sight
Like a flower that grows, life just wants you to know
All the secrets of life

It's all written down in your lifelines
It's written down inside your heart Trecho de You and I (Scorpions)

S.Filipe

Fonti Bila, a praia que carrega nos seus braços a Cidade de S.Filipe. Uma cidade em morte lenta. Leia aqui mais um episódio da novela mexicana, escrito pelo nosso ex. professor e amigo, Fausto do Rosário.

Olhares

João AfonsoA excelente surpresa do weekend passado foi, dentre outras coisas boas, sem dúvida, assistir ao show de João Afonso, no Auditório Nacional. Uma serena e madura voz, entoando canções lusitanas com cheiro de missangas; canções que evocam a vida, os lugares, os momentos, as sensações. Uma celebração, de facto. Também um retorno às origens. Uma viagem profunda a um passado distante em que éramos todos filhos da mesma mãe, crianças da mesma aldeia. É este universo que evocam as canções desse músico português nascido em Moçambique. “Esta viagem a Cabo Verde está a mudar muita coisa em mim“, disse… O piano que acompanhava João Afonso, espero um dia estar à altura de o descrever. O primeiro show desse músico português em Cabo Verde (esperamos por mais) foi uma revisitação à sua carreira com músicas de todos os seus discos:“Missangas” (1997), “Barco Voador” (1999), Zanzimbar (2004), e Outra Vida, (2006). Mário LúcioUm insular universal. Gosto imenso de ouvir Mário Lúcio. As suas let…

Pablo, meu amor

"De otro. Será de otro. Como antes de mis besos.
Su voz, su cuerpo claro. Sus ojos infinitos.
Ya no la quiero, es cierto, pero tal vez la quiero.
Es tan corto el amor, y es tan largo el olvido.
Porque en noches como esta la tuve entre mis brazos,
mi alma no se contenta con haberla perdido.
Aunque éste sea el último dolor que ella me causa,
y éstos sean los últimos versos que yo le escribo."

de "Veinte poemas de amor y una canción desesperada"

Navegando

Navegar é Preciso é o título do próximo concerto do Mário Lúcio, agendado para o próximo dia 9 de Junho no Auditório Nacional. O conceito do show será todo ele uma homenagem aos Argonautas. Uma homenagem "àqueles que somos todos os dias na nossa inquietação de navegar sem cessar". Uma evocação à perseverança e ao espírito de luta dos viajantes míticos gregos.

No palco dedicado aos Argonautas, Mário Lúcio dará o seu primeiro espectáculo com banda em Cabo Verde, em recinto fechado. No mesmo palco o artista mostra a outra banda da sua universalidade insular, tendo como convidado especial o grupo Shukayaya.

A percussão no femenino, a bateria e os teclados vão misturar. A intenção é o regresso... uma viagem ao passado, aos tempos idos do grupo musical Abel Djassi. "Cadência pura, barulho lento, silêncio latente. Sacudir a poeira e o preconceito". É isso, tudo o que propõe Mário Lúcio no "Navegar é Preciso", às 10 da noite, esta sexta-feira.

O artista está, neste …

Notas livres

Património

A polémica patrimonial despoletada em S.Filipe dias antes das festividades do 1º de Maio, por uma carta aberta de Fausto do Rosário ganha novos contornos. A imprensa pegou no caso, o Ministro da Cultura reagiu e dias depois a Câmara Municipal de S.Filipe respondeu ao Manuel Veiga, com acusações de ligeirezas, e outros mimos. No último número do Jornal Expresso das Ilhas, mais um colunista destilou a sua indignação com o rumo que o património construído sanfilipense está a tomar. A Câmara local agendou, entretanto, uma reunião municipal para abordar esta questão. Antes de acabar com este blog, espero vir a ter a oportunidade de escrever a decisão final desta novela mexicana, em todos os sentidos da expressão. E sobretudo, conhecer o tal parecer técnico do INIPC (nunca consigo lembrar dessa sigla... só sei que é o Instituto que cuida do nosso património).

Revelação

Kamia, a nossa confrade, foi agraciada com uma Menção Honrosa, no âmbito do concurso para o prémio Orlando Pantera,…

Fundamentos

Coca-cola, Chase Manhattan, General Motors, Christian Dior, MacDonald, Shell
Dynasty, Hilton International, Sangam
Kentucky Dried Chicken, gás lacrimogéneo
matracas, polícia secreta
Ibn Khaldun disse:
estes são os fundamentos do Estado
entre os Árabes

Murid Al-barghuti

in: Pequena antologia da poesia palestiniana contemporânea